A COREOGRAFIA DAS AVÓS COREANAS – DANCING GRANDMOTHERS

Eun-Me AHN: Dancing Grandmothers

20 de Janeiro às 22:15, na RTP2

Uma coreografia baseada nas vidas e nos gestos das avós coreanas. Uma viagem através do tempo e do movimento que se transforma num transe coletivo.

Eun-Me AHN mistura flores, riscas e bolinhas, o mundo urbano ultramoderno e o mundo rural coreanos, o folclore e a música eletrónica, o movimento e o vídeo, jovens e idosas; tudo junto para transformar o palco numa pista de dança gigante. Será isto uma poção mágica para despertar as mentes mais conservadoras para uma festa em pleno palco?

Descoberta em 2013 pela Europa da dança contemporânea, através dos vários convites para apresentar os seus espetáculos em França, Eun-Me Ahn foi apelidada de Pina Bausch de Seul. O espetáculo Dancing Grandmothers fará do palco uma pista de dança gigante, que junta a energia indestrutível das avós coreanas e os jovens bailarinos da companhia de Eun-Me Ahn.

Eun-Me Ahn nasceu na Coreia do Sul em 1963. Começou a dançar aos 11 anos de idade, a partir do trabalho de Isadora Duncan e da dança contemporânea. De 1986 a 1992 integrou a Korean Modern Dance Company e a Korean Contemporary Dance Company, em Seul. Começou a desenvolver as suas próprias coreografias em 2001, tendo fundado a companhia Daegu Metropolitan City Dance Company.

FONTE: RTP 2

Também poderá estar interessado

Sem comentários adicionados

    Responder