Artigo

DIA INTERNACIONAL DE SENSIBILIZAÇÃO SOBRE A PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS PESSOAS IDOSAS

Assinala-se no dia 15 de junho o Dia Internacional de Sensibilização sobre a Prevenção da Violência contra as Pessoas Idosas.

Li, recentemente, um livro relevante e muito bem coordenado por Mauro Paulino e Dália Costa – “Maus Tratos a Pessoas Idosas”editado pela Pactor.

Recomendo a leitura desta obra que compila um conjunto de artigos de grande qualidade: I – Ser Velho em Portugal (Teresa Ferreira Rodrigues e Maria João Moreira); II – O Abuso de Pessoas Idosas: Definições e Controvérsias (Isabel Dias, Alexandra Lopes e Rute Lemos); III – Percursos Legislativos e Interventivos no Combate à Violência (Maria Irene Carvalho); IV – Tipologia der Maus – Tratos a Pessoas Idosas (Paulo Barbosa, Andreia Soares, Mauro Paulino e Susana Gaspar); V – Envelhecimento e Violência: Enquadramento Jurídico-Penal do Abuso (Belmira Felgueiras); VI – Violência Contra Pessoas Idosas em Contexto Familiar (Ana Sani e Liliana Ferreira); VII – Violência contra Pessoas Idosas em Contexto Institucional: (Re) conhecimento e Intervenção (Carla Ribeirinho); VIII – A Perspetiva das Pessoas Idosas e dos Cuidadores Formais (Joana Costa, Laura Nunes, Jorge Cardoso e Ana Sani); IX – Envelhecimento nas Pessoas com Deficiência e Realidades (Ana Lopes); X – Estratégias de Prevenção e Intervenção em Situações de Violência (Dália Costa e Rita Santiago); XI – Conhecer o Fenómeno: Tópicos para a Formação Básica de Profissionais (João Fundinho e José Ferreira-Alves); XII – Profissionais de Saúde: Estratégias de Deteção e Intervenção (Helena Júdice e Carlos Sequeira); XIII – Intervenção Psicológica após a descoberta de Maus-Tratos (António Castanho e Isabel Sequeira); XIV – Avaliação Neuropsicológica para a Determinação da Capacidade Financeira (Liliana Sousa, Manuela Vilar, Horácio Firmino e Mário Simões); XV – Senilidade Gráfica ou Falsificação: Desafio para o Perito em Escrita Manual (Maria João Branco e Neusa Cunha); XVI – Suicídio nas Pessoas Idosas: da Caracterização e Prevenção do Fenómeno aos Fatores de Risco (Paulo Marques, Andreia Soares, Mauro Paulino e Andreia Baptista).

Em 2008 fez um trabalho académico despretensioso que teve como objetivo fazer uma revisão da literatura, no que concerne aos maus-tratos à pessoa idosa. Uma década depois, constato que a pessoa idosa vítima de maus – tratos continua a ser ignorada. Pode ler-se mo prefácio do livros, redigido pela Juíza Desembargadora no Tribunal da Relação de Lisboa, Maria Perquilhas:

“É um fenómeno crescente apesar de silencioso e escondido.”

Os maus – tratos contra as pessoas idosas constituem um problema social e de saúde pública.

Está na hora de parar, pensar e redefinir as prioridades estratégicas das políticas públicas e agir para garantir os direitos de todas as pessoas, de todas as idades.

  “A França estava a tornar-se um país moderno, só um país autenticamente moderno seria capaz de tratar os velhos como puros dejetos.” (Michel Houellebecq, A possibilidade de uma ilha, Alfaguara, 2018)

 

69 views

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail