Todos ganhamos com uma amizade entre gerações

Dia 4 de janeiro Andreia Rodrigues vai ser a anfitriã desta nova experiência social.

Hoje em dia, muitos jovens têm dificuldade em alugar a sua própria casa. Por outro lado, as gerações mais velhas habitam casas com quartos vazios… O que aconteceria se se juntassem debaixo do mesmo teto?

A SIC e a Shine Iberia estão a preparar um programa muito especial que vai trazer uma nova reflexão aos portugueses. Jovens da chamada Geração Z – da era digital, são desafiados a tornarem-se inquilinos de portugueses acima dos 60 anos e assim criarem uma amizade improvável. Há muito que os separa – as filosofias de vida, os hábitos, os conhecimentos, as vontades, os sonhos, o mundo – mas será que tudo isto é maior do que aquilo que os pode unir?

O objetivo é aproximar gerações, num país onde existe uma grande percentagem de população envelhecida, com vivências e experiências completamente diferentes das novas gerações. Se por um lado, as gerações mais velhas trabalharam toda a vida para conquistarem os seus objetivos (uma família, uma casa, uma vida calma e simples), as novas gerações são mais desapegadas, já não querem um trabalho para a vida inteira e não ligam a poupanças, vivendo o momento e “aproveitando a vida”.

Estas opções de estilo de vida e as mudanças de contexto social trouxeram uma nova realidade para as gerações mais novas: estudam até mais tarde, não têm como objetivo principal o casamento, saem tarde de casa dos pais e têm muita dificuldade em alcançar a sua independência financeira. Para um jovem português, viver sozinho na sua própria casa é muitas vezes uma miragem.

Já a classe reformada – e na pré-reforma – já atingiu os seus grandes objetivos: uma vida de trabalho, a construção da sua própria casa, tiveram filhos e netos. Por um lado, viveram tudo o que desejaram e sentem-se realizados, por outro, chegam agora a uma fase da vida onde são desafiados a viver na solidão e sem novos objetivos, a não ser viverem as suas rotinas sempre iguais.

O que terá cada uma destas gerações para ensinar à outra? Como poderão viver de forma tão diferente no mesmo país e até na mesma cidade? E se for na mesma casa?

Vamos seguir de perto os momentos banais do dia a dia neste hiato de gerações, que serão cheios de humor e ternura.

Esta é a oportunidade única de mostrar ao país como todos temos a ganhar com uma amizade entre gerações, aproximando os jovens dos mais velhos!

FONTE: SIC

Deixe o seu comentário

You Might Also Like