Artigo

JORGE MOLDER, 71 ANOS, E A RELATIVIDADE DO TEMPO

“Quando o Osvaldo tinha cerca de 42 anos teve uma pneumonia, e eu e minha mulher ficámos extremamente aflitos: ‘O Osvaldo já era velho… uma pneumonia era muito perigosa.'”

A relatividade do tempo é absolutamente fantástica. Hoje, uma pessoa de 42 anos é extremamente nova. Está no apogeu da vida.” 

“Em mais de 30 anos de carreira, Jorge Molder conta com mais de cinco dezenas de exposições individuais em Portugal e no estrangeiro (Madrid, Paris, São Paulo, Rio de Janeiro, Nova, Iorque, entre outros países), tendo participado em mais de uma centena de exposições coletivas. O seu trabalho está hoje representado em inúmeras coleções relevantes, como a do Art Institute of Chicago, Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Maison Européene de la Photographie e Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.” (FONTE: https://www.fundacaoedp.pt/pt/edicao-premio/grande-premio-fundacao-edp-arte-2010)

50 views

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail