Artigo

RAS – Mais do que antes, é altura de pensar em ações inovadoras

No dia em que a Rede Aveiro Sénior (RAS) completa 3 anos de existência é chegada a altura de fazer um balanço do trabalho desenvolvido, da paragem forçada devido à pandemia e repensar a atuação deste grupo de 19 organizações com trabalho realizado junto da população sénior beneficiária de respostas sociais do concelho de Aveiro.

Após alguns meses de paragem, o grupo de trabalho voltou a reencontrar-se em vários momentos e por várias vezes. Na mira deste reencontro das organizações está a necessidade premente de repensar as práticas de animação com os idosos em contexto de pandemia, promover atividades interinstitucionais, realizar momentos de formação para técnicos e outros colaboradores das organizações, partilhar preocupações com as questões da saúde mental dos utentes, isolamento, solidão e vacinação, bem como projetos conjuntos de âmbito concelhio.

Um dos últimos encontros contou com a presença da Sr.ª Vereadora da Ação Social da Câmara Municipal de Aveiro (CMA), Dr.ª Maria do Rosário Carvalho, à qual foram colocadas questões de grande preocupação para o grupo de trabalho, como por exemplo a lacuna no Plano Nacional de Vacinação no que respeita à vacinação dos profissionais do Serviço de Apoio Domiciliário e Centro de Dia, bem como dos respetivos utentes, sobretudo os que têm menos de 80 anos, que se encontra omissa.

Ainda nesta reunião e, com a presença da Sr.ª Vereadora, foi abordada a possibilidade de, em parceria com a CMA avançar com um projeto dirigido à população sénior do concelho de Aveiro, institucionalizada ou não, ideia esta que ficou pendente de análise futura por parte do município.

Neste contexto de trabalho em rede e em equipa, foram ainda dados os primeiros passos para uma atividade interinstitucional de troca de correspondência por carta entre os idosos das várias organizações, promovendo a amizade, a literacia e a proximidade possível numa altura difícil como a que todos vivemos.

A avaliação das atividades levadas a cabo pela RAS em parceria com os mais diversos intervenientes tem sempre um peso enorme nas reuniões de trabalho. Assim, uma das atividades avaliada, correspondeu à Celebração do São Gonçalinho realizada em parceria com a Mordomia de São Gonçalinho 2021, que teve uma nota muito positiva pela Cantata realizada em direto para os idosos institucionalizados e pela oferta das cavacas e dos calendários do Santo padroeiro da nossa cidade. Com esperança no fim da pandemia já se idealizou a próxima atividade de 2022 a levar a cabo com a Mordomia que, começará a ser preparada no último trimestre deste ano.

Com 3 anos de caminho percorrido, a RAS não baixa os braços e pretende que, com todos os condicionalismos existentes, a promoção de atividades e momentos de animação dirigidos à população sénior seja uma efetiva realidade, tendo sempre presente as preocupações com a questão da saúde e segurança.

 

 

67 views

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail