Artigo

REDE PORTUGUESA AMBIENTES SAUDÁVEIS, INTELIGENTES ​​E AMIGÁVEIS

Em junho de 2018 lançámos um convite a dezenas de organizações portuguesas para a criação de uma rede alargada de parceiros ao redor das temáticas dos Ambientes Inclusivos Para Todas as Idades e do Ageing in Place.

Este convite inseriu-se no âmbito de várias iniciativas já em marcha nas quais a Cáritas Diocesana de Coimbra e a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra participam a nível Europeu, muito particularmente:

  • a Rede Temática da Comissão Europeia para 2018 – Thematic Network Smart Healthy Age Friendly Environments (TN SHAFE) que a Cáritas Coimbra coordena com a AFEdemy
  • ECHAlliance, que dinamiza ecossistemas relacionados com a Saúde por várias regiões do mundo (e já acolheu também a nossa rede)

Neste âmbito internacional é ainda de realçar:

Porque não nos fazia sentido estar na linha da frente de tantas iniciativas importantes na Europa e não ter uma representação nacional mais coesa e organizada, lançamos a primeira pedra para a criação desta Rede Portuguesa Ambientes Saudáveis, Inteligentes e Amigáveis.

CONCEITO

Rede Portuguesa Ambientes Saudáveis, inteligentes e Amigáveis reúne um conjunto alargado de organizações portuguesas comprometidas com a promoção de uma agenda conjunta para a implementação de Ambientes Inclusivos Para Todas as Idades, com particular incidência nas áreas da Saúde, Apoio Social, TICE e Infraestruturas.

A Rede privilegia uma participação em hélice quádrupla, promovendo ativamente a colaboração entre a investigação/academia, autoridades públicas, empresas e sociedade civil/cidadãos, com o objetivo de abordar e encontrar soluções comuns para os desafios nacionais nesta temática.

 

PRINCÍPIOS DA REDE

1. Governança

A Rede será dinamizada por um Grupo de Trabalho constituído por 2 órgãos principais:

– Coordenação

 

– Conselho Consultivo

O Conselho Consultivo congrega 9 personalidades de referência a nível nacional:

Estes órgãos garantem a dinamização da Rede, sendo responsáveis por trazer prioridades e desafios reais, fornecendo orientação sobre os conteúdos a explorar e potenciais stakeholders relevantes para a agenda de trabalho, bem como para o planeamento de reuniões e eventos; a articulação entre os vários parceiros; os meios de comunicação e a divulgação de informação relevante.

2. Participação e financiamento

A participação na Rede é aberta a todas as organizações interessadas, é gratuita e é formalizada através da subscrição de um formulário online, que garante a subscrição da Política de Privacidade dos dados institucionais.

Os eventos da Rede são gratuitos, sendo os custos associados a deslocações ou outros assegurados por cada um dos participantes. Os custos de realização associados aos eventos ficam a cargo do parceiro anfitrião ou são partilhados entre parceiros mediante acordo prévio.

3. Comunicação

As atividades da Rede estão suportadas numa página web, assegurada no primeiro ano de funcionamento pela Cáritas de Coimbra. Esta página irá incluir a identidade da Rede, identificação do Grupo de Trabalho e parceiros, agenda estratégica, divulgação de atividades relevantes e de boas práticas.

Serão privilegiadas, sempre que possível, as comunicações por suporte digital, para obviar a constrangimentos financeiros e possibilitar o alargamento de participação a todos os parceiros.

Os eventos e reuniões de trabalho regulares são essenciais para implementar os objetivos estratégicos da rede, promovem a colaboração entre os vários parceiros e permitem para compartilhar desafios, explorar oportunidades e implementar a agenda programada.

Estes eventos incluem:

  • Fórum inicial
  • Reuniões regulares da Rede
  • Participação em eventos externos

A Rede Portuguesa irá participar da Rede Internacional da ECHAlliance, sendo que a Coordenação Técnica irá assegurar esta relação e coordená-la com os restantes membros.

82 views

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail