Artigo

Relações humanas de qualidade são fundamentais para a longevidade

Em termos científicos é incontornável que as relações humanas de qualidade são centrais para a saúde individual e a longevidade, e que os bens relacionais, ou seja, as relações humanas fraternas, compassivas, não instrumentais, são fundamentais para a paz e para a felicitas publica, a felicidade pública. Esta é a versão coletiva da felicidade, que transcende a limitada – e até socialmente perigosa – visão da pessoa enquanto agente essencialmente individualista e autocentrado no seu próprio bem estar e sucesso, e a eleva a um patamar de contribuição virtuosa para o bem comum. (Helena Águeda Marujo, professora no ISCSP)

Leia a entrevista completa, no Diário de Notícias

54 views

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado.

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail