Alzheimer Portugal e APCP assinam acordo de colaboração

Parceria contribui para o desenvolvimento dos Cuidados Paliativos para Pessoas com Demência. A Alzheimer Portugal e a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) encerram este mês um acordo de colaboração, que tem como principal objetivo promover o desenvolvimento dos Cuidados Paliativos em Portugal.

De acordo com Duarte Soares, Presidente da APCP, “as demências serão o maior desafio dos cuidados paliativos nas próximas décadas, sendo que as estimativas europeias mais conservadoras apontam para o triplicar do número de diagnósticos. Paralelamente, o desafio clínico na identificação e abordagem das necessidades complexas destes doentes implicará necessariamente um forte investimento na formação tanto de profissionais como de cuidadores.”

Para José Carreira, Presidente da Alzheimer Portugal, “a gestão e acompanhamento do acordo, que serão feitos em conjunto, vão possibilitar uma maior eficácia no trabalho a realizar em prol do progresso dos Cuidados Paliativos no nosso país, seja através da definição de linhas orientadoras, ou da criação de condições para a partilha de conhecimento científico e clínico”.

Entre as ações propostas para os próximos três anos estão a manutenção dos mesmos direitos para os associados de cada associação, nomeadamente no valor das inscrições em atividades científicas organizadas pela associação congénere, ou a promoção de encontros que o intuito de partilhar conhecimento e experiência na área em questão.

 

Alzheimer Portugal

A Alzheimer Portugal é certificada como Entidade Formadora pela DGERT (Direção Geral do Emprego e das Relações de Trabalho), desde 2006. Para mais informações sobre o plano de formação ou inscrições pode consultar o site: http://alzheimerportugal.org/, ou enviar um email para formacao@alzheimerportugal.org.

 

Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos

A APCP é uma associação profissional que congrega profissionais de múltiplas áreas e proveniências, que se interessam pelo desenvolvimento e prática dos cuidados paliativos. Fundada na Unidade do IPO do Porto em 1995, pretende ser um polo dinamizador dos cuidados paliativos no nosso país e um parceiro privilegiado no trabalho com as autoridades responsáveis pelo desenvolvimento destes serviços.

Também poderá estar interessado

Sem comentários adicionados

    Responder