Artigo

Dia Nacional dos Aposentados

Cada pessoa é única e quando chega o momento da aposentadoria cada um encontrará seu próprio caminho e sua forma de encarar essa nova etapa da vida. Todo ser humano é passível de se ajustar a novos hábitos, ou seja, a aposentadoria não significa um ponto final, mas sim uma nova fase em que a pessoa poderá realizar outros objetivos. As pessoas podem se adaptar às mudanças, continuando ativas dentro do que é possível. Ao mesmo tempo que existem perdas, existem ganhos e isso faz com que a gente acredite que as pessoas possam continuar a viver com qualidade, mesmo depois de terem se aposentado.
No entanto, como se pode encarar o desafio da chegada da aposentadoria
Ter essa atitude é importante, pois na maioria das vezes, todos se preparam para ter a casa própria, garantir a faculdade dos filhos, adquirir o carro do sonho, a viagem inesquecível, acumular riqueza e patrimônio e nem sequer lembram de como será a hora de parar de trabalhar. Verificamos que quanto maior o envolvimento com a empresa e as pessoas do trabalho, maior será a dor do rompimento, uma dor que pode estar associada ao fim de uma relação, visto que todas as mudanças provocam uma sensação de perda, pois se perde o referencial.
O modo como o brasileiro encara a aposentadoria é um dos aspectos que precisam mudar para que a pessoa tenha uma vida plena. A qualidade de vida foi colocada em segundo plano: as pessoas estariam durante a vida ativa mais preocupadas com o sucesso profissional e financeiro do que com a própria qualidade de vida..

Os dois lados da aposentadoria
Já ouvimos falar sobre a aposentadoria como a melhor coisa que aconteceu na vida de uma pessoa, mas também já ouvimos alguém dizer que é o fim do mundo, que a pessoa se deprime e se sente inútil. O indivíduo pode experimentar uma forma de perda da identidade social, ou seja, aquela que estava associada ao status profissional, e que agora será identificado como aposentado. Daí a importância de um trabalho psicológico para auxiliar as pessoas a se aposentarem sem perderem a sua identidade. Pois continuam sendo elas mesmas, as pessoas que sempre foram, em sua família, com seus amigos.
O lado bom da aposentadoria poder curtir o tempo livre. Pessoas habituadas a terem suas atividades de lazer, a curtir outras atividades além do trabalho, outros amigos, frequentando grupos diferentes, sentem-se mais tranquilos neste momento da aposentadoria. Por praticarem um hobby, por exemplo, viajar, jogar futebol com os amigos, sair com os amigos para jogar conversa fora, etc. Aproveitar o tempo livre para fazer alguma atividade esportiva, caminhar, apreciar a natureza, ou um bom vinho, se sentem mais seguras na hora da aposentadoria, pois tem mil coisas para fazer no tempo livre. Muitas participam de grupos religiosos e com a aposentadoria podem dedicar-se mais tempo, desenvolvendo outros projetos comunitários.
Hoje, o trabalho voluntário é considerado uma forma de ajuda mútua, onde muitos aposentados, de ambos os sexos que o realizam, assessoram a outras pessoas ao mesmo tempo em que se sentem úteis e inseridos na sociedade. Sendo que esta troca também reflete na saúde e na qualidade de vida dos voluntários.
Há muitas atividades abertas ao público em parques, praias, espaços destinados ao desenvolvimento espiritual, como no caso da meditação e outras atividades com taxas mínimas de inscrição, em associações e ONG´s.
Como dicas para ter uma aposentadoria tranquila, podemos citar: Fazer parte de grupos de convivência e ter hábitos de relacionamentos; fazer novas amizades; estar aberto para novos aprendizados; criar projetos de vida; ter boa alimentação; praticar exercícios físicos; ter espiritualidade é bem importante, pois a pessoa passa a ter mais consciência da vida; ter bom relacionamento com a família; planejar-se financeiramente.
A aposentadoria, quando bem-planejada e bem-vivida, é um prêmio; e não um castigo. Um prêmio pelo tempo dedicado à profissão, aos benefícios que trouxe às empresas pelas quais passou, pelo que usufruiu e construiu durante esse período da vida. É um prêmio merecido para que, agora, sem tantas obrigações e deveres, possa realizar sonhos de todos os tamanhos e cores, que, antes, não teve tempo ou possibilidade.

Fabrício  Oliveira 

 

222 views

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail